24.4.11

Miami

(foto de Olivier De Rycke)


Tinha chegado na véspera e era o seu primeiro pôr-do-sol em Miami. Espraiava desejos e pensamentos na areia ainda quente da praia, e o mar, num azul adormecido, embalava-lhe os pensamentos num balanço de vida que habitualmente fazia quando a primavera chegava. Lembrava com um sorriso todas as vontades que teclava em conversas tórridas sem voz que a deixavam exausta e escorrendo tentações. Estava em Miami, com tempo para si, para escrever, para ler, para imaginar e deixar-se encarnar nas personagens das histórias que tanto gostava de sonhar. Estava em Miami livre de compromissos e liberta de preconceitos. Pronta a experimentar sabores de pele, beijos, mãos e um corpo belo como o seu. Sentada na areia ainda quente, contemplava o mar e distraidamente tocava-se sentindo a lisura da pele em torno dos lábios que ele tanto imaginava. Já os tentara descrever, colocando-se em frente do espelho do quarto, observando-os, deixando os seus dedos passearem-se libertos até à tentação final de um orgasmo. Depois dizia-lhe, ou melhor, escrevia-lhe e deixava-o copiando prazeres do outro lado do mar. Vou para Miami, disse à esteticista, para justificar o pedido. Queria o seu sexo mais belo do que nunca: com a pele que provocasse desejo, com a textura própria para beijos e a superfície preparada para deslizamentos de língua molhada. Na história teclada, estava disposta a se deixar levar pelos sabores de pele, pelos beijos, pelas mãos, por um corpo feminino e belo como o seu. Sentada na areia ainda quente, os dedos passeavam-se como se o mar fosse o espelho do seu quarto e os seios libertavam-se aos poucos de um biquíni propositadamente pequeno. Estava em Miami, era o seu primeiro pôr-do-sol, e já não eram só os seus dedos que se perdiam entre as coxas. Beijos quentes foram-lhe pousando no pescoço e mãos esguias, bem cuidadas, brincavam carinhosamente com os seus mamilos. Reparou nas unhas, vermelho sangue e sentiu um perfume de jasmim no ar de maresia. Fechou os olhos e deixou-se perder, saboreando cada segundo de prazer. Sentiu outros seios deslizando-lhe na pele. Adivinhou uma língua a percorrer-lhe todo o corpo. Sentiu um sexo, como o dela, liso, com pele que deu vontade de beijar. Retribui, imitou, fez gozar, gozou. Estava em Miami e foi o seu primeiro pôr-do-sol.

22 comentários:

  1. uauuu... um despertar arrebatador... num escaldante pôr-do-sol!

    ResponderEliminar
  2. Excelente... e arrebatador!

    ResponderEliminar
  3. MIAMI azul, areia branca, fértil de sensações, pensamentos e desejos.


    :)

    ResponderEliminar
  4. um pôr-do-sol imaginado algures, gabrielle

    ResponderEliminar
  5. obrigado poeta69
    abraço!

    ResponderEliminar
  6. todos os ingredientes para um excelente pôr-do-sol, desejo...

    ResponderEliminar
  7. O Pôr do Sol sempre nos traz algo a mais na alma, na pele. Um desejo sem fim ... Adorei ... Estou levando seu Link comigo ... Bjus Apimentados ... =)

    ResponderEliminar
  8. todo mundo vai querer ir pra miami ^^

    ResponderEliminar
  9. olá passando pra avisar q o nome do blog mudou. Mas o conteúdo é o mesmo. bjao. Bell

    ResponderEliminar
  10. eria o seu sexo mais belo do que nunca: com a pele que provocasse desejo, com a textura própria para beijos e a superfície preparada para deslizamentos de língua molhada.

    Mas que perfeita descrição...

    ResponderEliminar
  11. Amo textos bem escritos, que nos fazxem viajar, imaginar cada sensação, cada emoção.
    Já sei que estarei sempre por aqui para me deliciar...
    Beijos!!!

    ResponderEliminar
  12. que blog maaaaaas lindo é esse? uma maneira tão delicada de expressar desejo. Seus textos perfeitos. parabéns.

    beijos

    PS: obrigada pela visita e volte sempre que quiser.

    ResponderEliminar
  13. riskcontact: eu estou lá... em Miami...

    ResponderEliminar
  14. Desejo Evidente: muito obrigado pelas palavras aqui deixadas...

    ResponderEliminar
  15. Swingers Veronika e Cláudio: conto com a vossa visita sempre que queiram...

    ResponderEliminar
  16. Cris R.: que lindos elogios... fico sem palavras... OBRIGADO!

    ResponderEliminar
  17. Imagem, texto... entorpecem desejos!

    É uma delicia "ler-te"!

    Beijos no coração e um maravilhoso domingo para ti!

    ResponderEliminar
  18. Ai Miami, Miami... que vontande de ir a correr para lá.

    ResponderEliminar
  19. Miami... Miami... vivi em Boca 2 anos... é uma cidade que nos convida ao prazer... Palavras para que SOBERBO. :)

    ResponderEliminar